A carregar Eventos
  • Este evento já decorreu.

Cinema | “Não Apaguem os nossos rastos! Dominique Grange, Uma Cantora de Protesto”, de Pedro Fidalgo

Maio 12-19:00 - Maio 13-21:00

« Todos os Eventos

Estreia a 12 de Maio, em exclusivo no Cinema City Alvalade, o novo filme documentário do realizador português Pedro Fidalgo, intitulado NÃO APAGUEM OS NOSSOS RASTOS! DOMINIQUE GRANGE, UMA CANTORA DE PROTESTO. Para assinalar a estreia, o CinemaCity promove duas sessões especiais, nos dias 12 e 13 de Maio, com convidados e debate:

// 12 de Maio – quinta-feira – 19H20 – CINEMA CITY ALVALADE

Sessão especial com debate: Filmar a canção de protesto.

Com a presença do realizador Pedro Fidalgo e de Nelson Guerreiro, co-realizador de Mudar De Vida, José Mário Branco, Vida E Obra (2014).

// 13 de Maio – sexta-feira – 19H20 – CINEMA CITY ALVALADE

Sessão especial com debate: A influência do Maio de 68 na canção de protesto em Portugal.

Com a presença do realizador Pedro Fidalgo e com Hugo Castro e Ricardo Andrade, membros do Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança e do Observatório da Canção de Protesto.

O documentário ainda ficará em exibição no CinemaCity Alvalade, em regime de exclusividade nacional, de 12 a 25 de Maio.

 

Sinopse

Depois de MUDAR DE VIDA, JOSÉ MÁRIO BRANCO, VIDA E OBRA (2014), co-realizado com Nelson Guerreiro, Pedro Fidalgo continua a filmar a História através da canção de protesto. O realizador escolheu desta vez Dominique Grange, também ela cantora de intervenção, porque as suas canções transportam, ainda nos dias de hoje, os rastos do Maio de ‘68. O filme conta com a participação do consagrado autor de banda desenhada Tardi, que ilustra e dá voz ao filme.

Inserido na atualidade, NÃO APAGUEM OS NOSSOS RASTOS! DOMINIQUE GRANGE, UMA CANTORA DE PROTESTO debruça-se também sobre as recentes lutas e protestos em França, uma vez que Dominique Grange define o seu trabalho como um “compromisso perpétuo”. E com estas imagens atuais, entrecruzam e misturam-se as imagens de arquivo e canções de Dominique Grange, com desenhos de Tardi.

O slogan de 1968 “Isto é só o início, continuemos a luta!” reverbera tanto nela como em todos nós. E foi neste estado de espírito que Pedro Fidalgo filmou e acompanhou o movimento social em França dos últimos anos. O filme realça as lutas do passado e recheia-as com o real do presente.

Um filme para ver e ouvir com espírito livre, NÃO APAGUEM OS NOSSOS RASTOS! DOMINIQUE GRANGE, UMA CANTORA DE PROTESTO é uma obra militante e ao mesmo tempo um documentário cinematográfico, filmado e produzido através de crowdfunding, tendo tido a honra de ter nomes tão importantes como Jean-Luc Godard na lista de contribuições.

Detalhes

Início:
Maio 12-19:00
Fim:
Maio 13-21:00

Local

Cinema City Alvalade