Projetos

Com o objetivo de dinamizar o comércio local, a Junta de Freguesia de Alvalade desenvolve diversos projetos, envolvendo a comunidade. Aqui, poderá ficar a conhecer alguns deles.

Mercado de Natal em Alvalade

Realiza-se anualmente, em dezembro, o Mercado de Natal em Alvalade. Organizado pela Junta de Freguesia de Alvalade, este evento decorre na Avenida da Igreja, artéria pela qual são dispersas dezenas de casinhas de madeira e de estruturas próprias, ocupadas por artesãos e comerciantes de todo o país. Também o Pai Natal tem presença garantida no mercado, ocupando uma casinha na qual é possível as crianças deixarem as tradicionais cartas com os seus pedidos.

No âmbito do Mercado de Natal é dinamizado um programa de atividades, que tem contado com a participação ativa de várias lojas e outras entidades da freguesia. Graças a uma parceria com a Associação de Comerciantes de Alvalade (ACAL), a Junta de Freguesia tem também promovido a oferta de Cabazes de Natal.

A 1.ª edição do Mercado de Natal em Alvalade realizou-se em dezembro de 2014 e excedeu largamente as expetativas no que ao número de visitantes diz respeito, tendo constituído um muito relevante veículo de promoção do comércio local. Desde então este evento tem vindo a crescer, afirmando-se cada vez mais como uma referência na cidade de Lisboa.

Há Festa no Mercado

Com a requalificação do Mercado de Alvalade, que foi concluída no verão de 2017 e incluiu a criação de uma zona de estadia e de uma área de recreio para os mais novos, a Junta de Freguesia de Alvalade decidiu lançar a iniciativa “Há Festa no Mercado”. Esta iniciativa tem-se traduzido na realização de uma série de atividades no mercado, nomeadamente mostras de produtos regionais portugueses e comemorações de datas festivas, como o Dia da Família e o Natal.

Concurso de Montras

A 1.ª edição do Concurso de Montras – Luzes de Natal em Alvalade realizou-se em dezembro de 2014 e constituiu uma importante mais-valia para o comércio local, não só pelo público que atraiu às diversas lojas aderentes, mas também porque permitiu uma salutar interação entre os comerciantes e escolas da área do Design e Vitrinismo.

Na 2.ª edição, a qual decorreu em dezembro de 2015, os comerciantes tiveram as suas montras decoradas por alunos de design da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Esta iniciativa teve continuidade em 2016 e em 2017, anos em que as montras foram decoradas pelos comerciantes que se inscreveram no concurso.

LisbonWeek

Realização da iniciativa “Peixe em Lisboa” no Mercado de Alvalade Norte, no âmbito do LisbonWeek 2015, onde três conceituados chefs prepararam pratos com produtos disponibilizados pelos comerciantes, com efeito quer na atração direta de público na ocasião do evento quer na divulgação do Mercado efetuada pela exposição mediática associada.

Discussão Pública "O que gostaria que fosse feito no novo Mercado de Levante - Alvalade Sul?"

O Mercado de Alvalade Sul foi, durante muitos anos, o único mercado de levante de frequência diária da cidade de Lisboa. Nos termos da Lei n.º 56/2012, de 8 de novembro, a Junta de Freguesia de Alvalade assumiu a gestão e manutenção deste equipamento, localizado no Bairro das Estacas.

Tendo como objetivo a requalificação do Mercado de Levante, foi apresentada uma candidatura submetida por um cidadão ao Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Lisboa, a qual se sagrou vencedora. A Junta de Freguesia de Alvalade lançou então uma Discussão Pública, com a pergunta chave “O que gostaria que fosse feito no Mercado de Levante – Alvalade Sul?”.

Nesse âmbito, foi criado um e-mail para os interessados poderem enviar sugestões sobre o tema e organizou-se uma exposição e tertúlia com o intuito de dar a conhecer os projetos de requalificação do mercado. O projeto mais votado pela população foi concretizado, tendo sido concluído em 2018, ano em que foi inaugurado o novo Mercado Jardim.

Consulte aqui o Relatório Síntese da Discussão Pública.

Outras ações

Parceria com o MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa), em projetos como “Olhó Peixe Fresquinho” e “Ciência Viva – Biologia no Verão” e em iniciativas como “Há Ciência em Lisboa”, que promoveram visitas, exposições de trabalhos e workshops no Mercado de Alvalade Norte, envolvendo quer população adulta quer em idade escolar, atraindo novos públicos e fomentando, simultaneamente, uma nova forma de relacionamento com a Ciência e de interação dos comerciantes com o público em geral e com as crianças em particular.