Brasão

O brasão da Freguesia de Alvalade conforme edital n.º440/2015  publicado em Diário da República em 18 de maio de 2015.

De forma a assegurar a sua identidade heráldica, o novo brasão reúne elementos alusivos às três antigas freguesias, formando porém um conjunto claramente novo e diferenciado.

Simbologia

  • O campo de verde do escudo alude ao Campo Grande, espaço verde tradicional da cidade de Lisboa, sítio de hortas e de retiros, e representa também a imagem de um campo delimitado, que está na origem quer do topónimo “Campo Grande”, quer da etimologia árabe de “Alvalade” (“lugar habitado e murado”).
  • As espadas provêm das armas da antiga freguesia de Alvalade, fazendo, pela sua posição invertida, alusão ao episódio histórico da batalha de Alvalade entre o rei D. Dinis e o infante D. Afonso (futuro D. Afonso IV), travada por ação da Rainha Santa Isabel.
  • A lucerna, insígnia do saber, alude à Cidade Universitária de Lisboa, que ocupa parte substancial da anterior freguesia do Campo Grande.
  • A lisonja provém das armas da freguesia de São João de Brito, sendo inspirada na heráldica de família do orago, ao passo que a palma, igualmente retirada das armas da anterior freguesia, alude ao martírio deste santo.
  • A bicromia ouro/verde estava presente nas anteriores armas de Alvalade e Campo Grande, tendo sido igualmente retomada pelo logótipo em uso da nova freguesia